O que são os NeoBancos?

Os NeoBancos estão a revolucionar o setor bancário pela simplicidade, transparência e acessibilidade. Descubra o que são e quais as vantagens.

Os bancos tradicionais estão a sofrer uma forte pressão pelo surgimento dos chamados NeoBancos. Trata-se de uma nova realidade bancária que está a combater alguns estereótipos associados à banca convencional, como a complexidade ou a burocracia, e promete uma experiência online inovadora. Descubra como funcionam os NeoBancos e quais as vantagens.

O que são NeoBancos?

Os NeoBancos são bancos totalmente digitais que usam exclusivamente canais online para fornecer serviços e produtos bancários. Dito doutro modo, são instituições financeiras com uma forte aposta tecnológica, adaptadas às novas exigências da transformação digital, dispensando assim uma localização física.

Por este motivo, os NeoBancos encontram-se especialmente vocacionados clientes com elevadas competências digitais que procuram uma experiência móvel, segura, simples e transparente. Os primeiros NeoBancos surgiram em 2008, altura em que a confiança dos consumidores foi afetada pela crise financeira global. A quebra de confiança, combinada com o aumento do apetite por soluções digitais, acelerou a transição para serviços bancários também totalmente digitais. Desde então, a tendência não dá sinais de abrandamento.

Que tipos de NeoBancos existem?

Existem dois tipos de NeoBancos, de acordo com as suas origens: os que são criados pelos bancos tradicionais, para responderem à transformação digital e se posicionarem estrategicamente no mercado (como, por exemplo, o OpenBank do Santander), e aqueles que criados de raiz de forma 100% digital (como o N26, formado a partir de uma Fintech). Neste segundo caso, é obrigatório que a entidade tenha uma licença bancária para poder exercer atividade.

Em Portugal, e no resto do mundo, observa-se um aumento expressivo deste tipo de entidades. Algumas das mais conhecidas são a Revolut, Moey!, Banco Best, Wise ou Activo Bank, que têm captado o interesse dos nativos digitais para abrir e gerir contas bancárias. 

Quais as vantagens dos NeoBancos?

Para os clientes, há uma série de vantagens, desde logo a simplicidade das transações 100% digitais, a transparência e comodidade. Ainda que grande parte dos bancos convencionais tenham feito adaptações, muitos ainda exigem a forma presencial para formalizar algumas transações, como a abertura de conta ou a contratação de créditos.

Soma-se ainda o facto de os NeoBancos usarem sistemas avançados de segurança, o que reforça a confiança dos clientes neste tipo de experiências digitais. Não precisam de mais do que um telemóvel e uma ligação à internet para fazer transferências, cancelar uma conta ou efetuar qualquer outra ação, sem dificuldades e com toda a clareza.

Por fim, os clientes podem beneficiar de condições mais vantajosas comparativamente aos bancos tradicionais, especialmente no que diz respeito a taxas cobradas em transferências internacionais, câmbios, ou de manutenção de conta. Contudo, importa referir que, como não possuem uma infraestrutura física, não oferecem um atendimento presencial e estão limitados a clientes com elevada familiaridade tecnológica. Além disso, alguns países não têm ainda regulamentação específica para este efeito, algo que, contudo, se espera que seja tendencialmente resolvido.

Qual o impacto dos NeoBancos para as lojas online?

De acordo com os dados mais recentes, 11 por cento dos portugueses adultos não têm qualquer conta bancária. Isto significa que estas pessoas, por não terem forma de pagar online, não poderão realizar uma compra online. Os NeoBancos permitem resolver esta questão, pois é mais fácil abrir uma conta bancária digital do que entrar numa agência física e tratar de toda a burocracia.

Atualmente, 14% dos portugueses já têm uma conta bancária online e outros tantos planeiam abrir uma até 2026. Portugal ocupa atualmente o 19.º lugar no “ranking” de adoção dos bancos digitais, o reflexo de um crescimento mais rápido do que a média mundial.

Além disso, os NeoBancos também resolvem outro problema importante: as transações entre diferentes países. As contas bancárias digitais conseguem tornar a experiência mais conveniente e com custos de transação inferiores. Os clientes podem transferir dinheiro globalmente ou enviar e receber valores instantaneamente. Por isso, podemos esperar que os NeoBancos ampliem o alcance geográfico das lojas online, permitindo às empresas entrar em novos mercados e expandir a sua base de clientes.

Os NeoBancos e a easypay

As exigências dos consumidores estão em constante evolução, e as empresas são obrigadas a acompanhar este ritmo de mudança para se manterem ativas no mercado. Nesse sentido, a easypay está permanentemente atenta às tendências de pagamento online para garantir que o seu ecommerce ofereça um checkout intuitivo, simples, eficaz e que corresponda às necessidades e expectativas dos consumidores de hoje e do futuro.

Com a easypay, poderá contar com uma gateway de pagamento inovadora e disruptiva para acelerar e simplificar as transações da sua loja online, disponibilizando os meios de pagamento mais usados numa só plataforma. Através de uma integração, todos os seus clientes podem realizar comodamente as suas compras online, inclusivamente aqueles que utilizam NeoBancos.

Acompanhe as mudanças e adapte o seu negócio à era digital, em convergência com as necessidades dos clientes atuais e futuros. Contacte-nos e eleve a experiência de pagamento do seu e-commerce.